Conheça as áreas de atuação da Contabilidade e cresça seu negócio

Conheça as áreas de atuação da Contabilidade e cresça seu negócio

A contabilidade está presente em todos os setores, desde o controle financeiro pessoal até em empresas multinacionais, sem deixar de lado o setor público. As áreas de atuação da contabilidade abrangem qualquer atividade que exija controle e análise, ou seja, é uma atividade inerente à própria civilização.

Algumas áreas da contabilidade são bastante específicas, o que faz dessa ciência uma arte, um segmento do conhecimento humano que está sempre em evolução para atender as mais diversas necessidades, como podemos ver a seguir:

1.   Contabilidade empresarial

As empresas compõem uma das mais importantes áreas de atuação da contabilidade, servindo para demonstrar o desempenho das atividades exercidas e os resultados obtidos dentro de determinado período.

Nas empresas, a contabilidade é a responsável pela apuração de impostos, pelo controle de contas a pagar e a receber, pelo levantamento de estoques e patrimônio e pela distribuição de lucros, além de controle de receitas e despesas.

2.   Análise contábil                                                       

Uma das áreas de atuação da contabilidade mais exigentes é a de análise. Um analista contábil ou financeiro é o responsável pela verificação das demonstrações contábeis e dos relatórios financeiros empresariais.

Através da análise contábil é possível oferecer informações detalhadas para os administradores, possibilitando a tomada de decisões assertivas com relação ao desenvolvimento da empresa e aos investimentos necessários para seu crescimento.

3.   Auditoria contábil

A auditoria contábil é uma das áreas de atuação da contabilidade mais relevantes, tudo isso porque ela atende a verificação dos processos aplicados em todos os controles, garantindo que os procedimentos que foram aplicados dentro do que determina a legislação.

Uma vantagem é que a auditoria contábil atua de forma mais flexível, podendo ser aplicada através de profissionais da própria empresa ou externos, e isso possibilita que os administradores possam ter maior certeza com relação ao desempenho da empresa como um todo.

O trabalho da auditoria contábil tem como objetivo analisar as finanças empresarial, verificar os registros e identificar possíveis falhas de gestão. Com a auditoria, é possível identificar os problemas e definir meios de corrigir e solucionar possíveis erros.

4.   Consultoria financeira

A contabilidade é uma atividade que possibilita a aplicação de consultoria financeira, já que o conhecimento adquirido pelo profissional permite que ele possa analisar contas e lançamentos, indicando as melhores alternativas, tanto para profissionais autônomos quanto para empresas ou órgãos públicos.

E tem mais, a consultoria financeira também pode atuar nas áreas de finanças, tributos, comércio exterior e inclusive na análise financeira.

5.   Perícia contábil

E existem as áreas de atuação da contabilidade que mais exigem conhecimento do profissional, dentre elas está a perícia contábil, que é responsável pela apuração e pela análise de utilização dos recursos financeiros por parte das empresas e dos órgãos públicos.

Um profissional de contabilidade que atua como perito contábil pode aplicar seus conhecimentos inclusive em processos judiciais, tendo como responsabilidade analisar documentos e comprovar sua veracidade, para oferecer informações essenciais para a busca de soluções de conflitos e litígios.

A perícia contábil é necessária em qualquer área de atividade, principalmente nas que apresentam maior complexidade de operações, como instituições financeiras e sociedades de capital aberto, oferecendo maior transparência às atividades de grupos de maior porte.

6.   Gestão financeira

Uma atividade essencial nas empresas é a gestão financeira, que também atua em órgãos públicos e entidades do terceiro setor. Trata-se de uma das áreas de atuação da contabilidade que oferecem atividades as mais diversificadas, atendendo a necessidades específicas, como, entre outras:

Gerência financeira

Já a gerência financeira é a área responsável pela análise de relatórios e pela interpretação de dados das demonstrações contábeis, sendo responsável pela correta aplicação dos recursos e pelo acompanhamento dos processos, apontando falhas e encontrando formas de solucioná-los.

A atividade exige do profissional constante atualização sobre a legislação fiscal e tributária, o conhecimento dos regimes tributários e sua correta aplicação, a utilização de benefícios fiscais e a melhor forma de sua aplicação.

Controller

E o profissional Controller? Você já ouviu falar? Ele é um dos mais requisitados no mercado financeiro, havendo necessidade de conhecimentos aprofundados de contabilidade e finanças, com habilidade e capacidade para tomar decisões estratégicas.

O Controller é o responsável pela administração de questões financeiras e tributárias, pelo apoio a processos de fusão e cisão empresarial, pela busca de informações exigidas pela gestão das empresas e pela análise de custos, entre outras, sendo uma atividade essencial para multinacionais e empresas de grande porte. Com seus conhecimentos o Controller é o centro operacional financeiro das organizações.

Direção empresarial

Um empreendedor deve ter conhecimentos de sua área de atuação para que sua empresa, mesmo de pequeno porte, possa crescer e se destacar no mercado. Contudo, se não tiver conhecimentos contábeis e financeiros, certamente não terá o sucesso esperado.

A direção de uma empresa exige que o profissional tenha profundos conhecimentos sobre finanças e controles contábeis para poder tomar as melhores decisões e garantir que a empresa que dirige esteja no caminho certo.

É na direção que se concentram todas as necessidades da empresa e é ao profissional responsável que cabe a maior responsabilidade por qualquer atitude tomada durante sua gestão. Portanto, cabe a ele conhecer todos as nuances de questões tributárias, fiscais, trabalhistas e contratuais.

7.   Contabilidade pública

Entre as áreas de atuação da contabilidade, a gestão de órgãos públicos certamente é uma das que mais exigem capacidade por parte dos profissionais. O dinheiro público, proveniente do pagamento de impostos e contribuições, deve ser gerenciado de forma a atender às necessidades de uma população e, portanto, a responsabilidade é muito maior.

A necessidade de controle da aplicação da arrecadação de impostos exigiu a criação dos tribunais de contas e do Ministério Público, gerando responsabilidade pela manutenção das contas, pela análise dos dados financeiros, pelos relatórios exigidos pelo Ministério público e pelos dados orçamentários e patrimoniais.

Os profissionais que atuam nos Tribunais de Contas possuem a responsabilidade de analisar relatórios dos municípios e do governo estadual, controlando o uso e aplicação dos recursos financeiros captados, servindo para alertar sobre fraudes e desvios do erário.

Concluindo

As áreas de atuação da contabilidade, como podemos ver, são básicas e essenciais. A civilização que conhecemos não teria chegado onde chegou se não houvesse controle e correta aplicação dos recursos obtidos através do trabalho, da produção e da prestação de serviços.

Equipe Nibo

Somos um time de especialistas focados em tornar a sua gestão financeira mais eficiente. Deixe um comentário ou ligue para nós, estamos sempre a postos para ajudá-lo!

Premissas da tributação pelo Lucro Presumido “Como foi implantar o BPO Financeiro na prática” por Jaqueline Binotto

Deixe o seu comentário

    Comente com o seu e-mail Comente com o Facebook