Dia da Contabilidade – Conheça curiosidades do dia

Dia da Contabilidade – Conheça curiosidades do dia

O dia 25 de abril é dedicado à comemoração do Dia da Contabilidade. Para lembrar essa data, em vez de escrever sobre técnicas de contabilidade ou sobre assuntos relacionados à profissão, resolvemos listar algumas curiosidades que se relacionam com a profissão.

O logotipo da contabilidade: o caduceu de Mercúrio

símbolo do dia da contabilidade

Toda profissão possui um símbolo, e o da contabilidade é nada mais nada menos que o caduceu de Mercúrio, o deus romano que era considerado o mensageiro de todos os outros personagens mitológicos herdados da Grécia.

O caduceu é um bastão feito em ouro, entrelaçado com duas serpentes, possuindo duas pequenas asas em sua parte superior ou um elmo alado.

Ele representa a intervenção de Mercúrio frente a duas serpentes que lutavam e que se enroscavam em seu bastão.

Os romanos o usavam como símbolo da boa conduta e do equilíbrio moral.

O símbolo representa o poder de quem conhece a contabilidade, que tem como objetivo garantir o patrimônio das empresas e entidades.

As serpentes representam a sabedoria, ou seja, o conhecimento para escolher o melhor caminho, aquele que seja mais vantajoso para o cliente, enquanto que as asas são o símbolo da diligência, da dedicação e dos cuidados para o exercício da profissão.

Por último, o elmo com as asas, que representa a proteção contra pensamentos desonestos que possam gerar erros nos procedimentos contábeis.

O anel do contabilista

anel símbolo do dia da contabilidade

Tradicionalmente, o anel sempre foi utilizado para indicar a formação de profissionais. Com a contabilista não acontece diferente.

O anel do contabilista tem como objetivo manter o compromisso e a união do profissional com o conhecimento adquirido e sua disposição para aplicar esse conhecimento em prol das pessoas com quem convive, valorizando sua profissão.

Antigamente, os anéis profissionais representavam os graus de conhecimento que cada pessoa possuía, evidenciando que o indivíduo estava totalmente qualificado para o exercício de sua profissão.

Os escudos do anel representam as associações e entidades, havendo ainda uma série de características ligadas à legislação, à proteção dos bens patrimoniais e o conhecimento que o profissional detém.

O Patrono da Contabilidade: São Mateus

No dia da contabilidade também lembramos que na religião, São Mateus foi um dos apóstolos de Jesus, e sua figura é atribuída a funções contábeis.

De origem judaica e nascido em Cafarnaum, tinha, inicialmente, o nome de Levi. Era um cobrador de impostos e se tornou também um dos evangelistas.

Sua profissão, na época, era conhecida como arrendatário de tributos, ou rendeiro, e sua atividade principal era trabalhar com a contabilidade pública, mantendo o controle sobre os impostos que a população devia.

Todos os seus registros eram feitos para informar as autoridades judaicas sobre o recebimento de impostos e, dessa forma, não era bem visto pela população, sendo considerado um pecador.

Segundo os evangelhos, Jesus o convocou exatamente por isso, já que, segundo São Jerônimo, viu nele o brilho da honestidade e da confiança.

A organização da contabilidade no Brasil

O contador sempre foi necessário na história da civilização, desde quando o homem começou a gravar as informações através da escrita. No Brasil, pessoas já se dedicavam à contabilidade desde o descobrimento, mas a primeira escola de contabilidade só foi criada em 1869, na cidade do Rio de Janeiro.

Nessa época, o contador era conhecido como guarda-livros e a escola era a Associação dos Guarda-Livros da Corte, que começou a organizar o setor em nosso país.

A primeira faculdade de Contabilidade brasileira

Você sabe quando surgiu a primeira escola de contabilidade? Não? No dia da contabilidade, é interessante saber quando que surgiram as primeiras instituições de nível superior para o ensino de contabilidade em nosso país. Elas foram a Academia do Comércio do Rio de Janeiro e a Escola de Prática de Comércio de São Paulo, no início do século 20, mais ou menos em torno de 1905.

Embora ainda não consideradas como Universidades, como eram conhecidas as faculdades nessa época, tornaram-se o embrião das futuras faculdades de Contabilidade que hoje se espalham por todo o Brasil.

O reconhecimento da profissão de contador

O reconhecimento da profissão de contador em nosso país deu-se através do Decreto-Lei 9.295, de 31 de janeiro de 1946, promulgado pelo presidente Eurico Gaspar Dutra, que assumiu o governo depois da deposição do então ditador Getúlio Vargas.

O reconhecimento da profissão foi decorrente do trabalho de dois importantes profissionais e professores de contabilidade: Hilário Franco e Francisco d’Áurea.

Grandes nomes que se formaram em contabilidade

cantor Mick Jagger e a contabilidade

Antes de chegarem à fama por sua atuação em diversas áreas artísticas, alguns grandes nomes que hoje conhecemos se formaram ou iniciaram o estudo em contabilidade. No dia da contabilidade vale a pena saber quais são algumas dessas personalidades.

Um desses nomes é nada mais nada menos do que senhor Abravanel, o Sílvio Santos, que se formou pela Escola Técnica de Comércio Amaro Cavalcanti. Seu conhecimento contábil certamente serviu para que ele construísse seu império econômico e televisivo.

Quando nos voltamos para o mundo artístico internacional, encontramos outros nomes também famosos, como o cantor Mick Jagger, vocalista dos Rolling Stones, que chegou a entrar no curso antes de se consolidar como astro do rock.

Além dele, o músico Robert Plant também frequentou algumas aulas da graduação, mas também deixou o curso para seguir carreira no Led Zeppelin, diferente do saxofonista Kenny G, que concluiu e obteve o diploma.

Chuck Liddel, especialista em artes marciais e campeão de FCC é outro nome famoso que, antes de se tornar um mestre em lutas, estudou contabilidade. O campeão é graduado em administração e contabilidade pela California Polythecnic University.

Comemorações além do dia da contabilidade

Como dissemos no início, o dia 25 de abril é o Dia da Contabilidade. No entanto, o calendário também apresenta outras datas comemorativas relacionadas com a profissão em nosso país.

O exercício do contador é celebrado quatro vezes no ano. Isso mesmo. Nosso calendário ainda apresenta quatro datas relacionadas à contabilidade, cada uma delas com um significado diferente:

  • Dia 14 de janeiro: Dia do Empresário de Contabilidade;
  • Dia 25 de abril: Dia da Contabilidade, do contabilista e do patrono da classe contábil, o ex-senador e ex-deputado federal João Lyra;
  • Dia 21 de setembro: Dia de São Mateus, o santo padroeiro dos contabilistas;
  • Dia 22 de setembro: Dia do Contador

Outros países também comemoram o dia do contador e da contabilidade em datas específicas, mas, para terminar, uma outra curiosidade sobre a profissão de contador:

Nos Estados Unidos, o FBI – Federal Bureau of Investigation, a unidade do Departamento de Justiça que é similar à Polícia Federal em nosso país, é uma das entidades que mais utilizam os serviços de contadores no mundo todo.

Para cumprir com todos os trâmites burocráticos exigidos pelo governo e pela própria entidade, o FBI atualmente possui em seu quadro de pessoal mais de 2 mil contadores. É muita gente.

A contabilidade é uma função que gera emprego, atende as necessidades dos cidadãos, dos órgãos públicos e contribui para o caminho da sociedade. Daí entende-se a sua relevância.


Depois de saber todos as curiosidades sobre contabilidade, você pode obter ainda mais informações sobre isso por meio da nossa newsletter. Deixe o seu comentário e fique por dentro de todas as novidades.

Equipe Nibo

Somos um time de especialistas focados em tornar a sua gestão financeira mais eficiente. Deixe um comentário ou ligue para nós, estamos sempre a postos para ajudá-lo!

Organizar a rotina contábil: dicas de aplicativos Como a tecnologia abriu novos caminhos para o contador

Deixe o seu comentário

    Comente com o seu e-mail Comente com o Facebook